BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

O modelo da CIREN em Portugal

Este fim de semana, foi de conhecimento para mim. Estive a ouvir uma entrevista que a mãe da Beatriz deu à Rádio Granada, para maior difusão do seu objectivo de angariar verbas para um tratamento à Bi que tem Atraso de Desenvolvimento Global, Epilepsia e Autismo.
Fiquei espantada, atarantada, sem saber o que fazer, porque me apercebi, que a Bruna tendo os mesmos problemas que a Bi tem, pode também beneficiar deste tratamento.
E sabe que tratamento é este?
Já ouviu falar da clínica Cirene em Havana-Cuba, aquela onde chegaram a ir excursões de velhinhos portugueses para tratar cataratas, onde também foram muitas crianças com problemas de base neurológica?
O modelo dessa clínica, foi importado e também já existe cá em Portugal, em Guimarães.
Trata-se de um modelo integrado e abrangente, que inclui, uma assistência interdisciplinar e multi-profissional aos pacientes, para tratamentos intensivos de reabilitação e restauração neurológica.
Desde Março do ano passado que a clínica está a trabalhar com este modelo e trabalha com crianças e jovens até aos 16 anos, com lesões ou distúrbios do sistema nervoso, epilepsia, autismo, paralisia cerebral, entre outros problemas.





Numa primeira fase, com duração de uma semana, faz-se uma avaliação individual e são fixados objectivos para cada caso, é nesta altura que vai ser decidida a quantidade de ciclos de tratamento, que são de 28 dias seguidos, cada um. As crianças trabalham 7 horas por dia, todos os dias da semana, menos ao sábado à tarde e ao domingo.
Nestes ciclos de tratamento, pode ser feito o reajuste e tratamento farmacológico, tratamento neuropsicológico, ortopédico, neuroreabilitação e em alguns casos neurocirurgia.
Os técnicos envolvidos, foram formados em Cuba e alguns técnicos cubanos vieram formar em Portugal, pelo que são bons profissionais que acompanham as 6 crianças, que é a capacidade de resposta que têm.
A grande vantagem é mesmo a intensidade dos tratamentos. Os nossos meninos terem 2 horas de terapias por semana é bom, que é o que aconteçe com a grande maioria, mas para bons resultados mesmo, é preciso maior intensidade.
O pior são os preços, a avaliação custa 2700 € .Por cada ciclo de tratamento são mais 6 mil€...
Por esta hora já devem estar como eu, a querer fazer o tratamento e a coçar a cabeça a pensar onde vão arranjar dinheiro para isso... afinal não sendo a cura é uma forma de melhorar a qualidade de vida dos nossos meninos...
 

1 comentário:

  1. Eu vou sempre tentar tudo o que poder pela minha filhota, mas há coisas para o qual me é mesmo impossível. Fico satisfeita por dar o meu melhor todos os dias e esperar que seja o melhor para ela.

    ResponderEliminar