BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Como se tornar amigo de uma criança autista

Este fim de semana vou ao parque com a Bruna, uma amiga e o seu filho que tem perto de 2 anos.
Nunca fomos juntas, com eles, por isso vamos ver como vai correr.
A Bruna quando vê outra criança, quer interagir, mas geralmente não sabe como. Há alturas que por não saber o que fazer, chega ao pé delas e dá-lhes palmadas. Por mais que eu diga para ela dizer olá, e perguntar o nome, ela não o faz.
As crianças autistas têm dificuldades em fazer amigos, devido à sua fraca capacidade para comunicar.
Pareçe também concensual, vários especialistas dizem que, as crianças autistas preferem jogar sózinhas e por isso é mais dificil fazer amigos.
Bom com a Bruna não é assim, ela gosta de ter amigos, isso nota-se na sua relação com várias pessoas, especialmente adultos. Pode até nem brincar mas é notório que desfruta de estar acompanhada.Quanto às crianças, pareçe-me que também gostaria de ter amigos da sua idade.
Quando os miudos da casa ao lado da minha, estão a brincar no quintal, ela muitas vezes fica na varanda a olhar para eles e a rir-se, mas só isso. Esta questão, também me faz lembrar uma situação. Quando ela andava na pré, os miudos afastavam-se um bocadinho dela, por ela ser agressiva, mas a dada altura a professora falou com as crianças e explicou o problema da Bruna, desde aí os rapazes e ela formáram, aquilo que parecia ser um gangue, para onde ela ia eles iam atrás e ela parecia gostar disso. A professora chegou a tirar uma fotografia a todos juntos, sentados a um canto do páteo da escola. Também, ainda na semana passada quando formos à piscina, antes de entrarmos, estava um grupo de miudos cá fora e ela fugiu de pé de mim para ir para o pé deles. O problema é mesmo comunicar, porque chegou ao pé deles e não lhes disse nada.
Mas com adultos é muito dada, também não diz olá, nem nada que se pareça, mas ri-se, olha as pessoas, o que já é muito bom!
É bom que a criança autista tenha amigos, mesmo que sejam adultos.
Sabe o que fazer para se tornar amigo de uma criança autista? Ou o que explicar a um amigo, para também ele se tornar amigo, do seu filhote?

Conhecer a criança

  1. Passe tempo com a criança e os pais em casa, observe como eles interagem. Isto dá-lhe a hipótese de sonhecer a criança num ambiente, onde ela está confortável.
  2. É bom que os pais o orientem sobre os padrões da comunicação e o comportamento da criança. É bom que saiba de antemão se, a criança gosta de ser tocada, abraçada, que tipo de coisas são eficazes para a acalmar.
  3. Descobrir quais são os interesses da criança, o que ela gosta de fazer. Arte e musica são boas escolhas, apresentam estimulação visual, auditiva e tátil, muito benéfico para crianças autistas. Cantar com a criança ou para a criança é divertido, melhora as habilidades da criança em juntar palavras. Há ainda, algumas crianças nomedamente as aspies, podem gostar de actividades físicas ou jogos de tabuleiro.

Lembre-se sempre de

  1. Dar instruções de uma forma simples e directa. Falar devagar, dirigindo o seu corpo para a criança, mesmo que ela não responda ou pareça não perceber.
  2. Faça pausas entre as instruções, para lhe dar tempo para processar a informação.
  3. Ser paciente e dar tempo à criança para ela concluir a tarefa, incentive-a.
  4. Limite os ruidos e luzes brilhantes, que podem, ser perturbadores para a criança.
  5. Seja preventivo. Deve ser capaz de prever o perigo, já que a criança autista não o é, muitas vezes.

Ora vamos lá ver, se incentivamos os nossos amigos a serem amigos dos nossos filhos...

 

4 comentários:

  1. Gostei do seu post!! Incrível!!!
    Eu vejo o quando as crianças tem dificuldades pra aproximar do Garotão... dá até pena...
    Um beijo!!!

    ResponderEliminar
  2. Olá, a minha também aprecia companhia o problema é que também chega e não sabe o que dizer, normalmente põe-se a fazer cocegas sem mais nem menos - é o modo de pedir que lhe façam o mesmo a ela...

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Quem não gosta de cócegas Helena? Acho que até nós adultos gostamos :)

    ResponderEliminar
  4. A minha não liga nenhuma, por norma só gosta de brincar sozinha mas já a tenho apanhado a olhar para outras crianças mesmo que depois não vá ter com elas.

    ResponderEliminar