BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Amprender a Ler, Brincando...

Não é novidade aqui que ando a ensinar à Bruna as letras, para como o tempo lhe ensinar a ler. Já encontrei o Método das 28 palavras online o que é óptimo, visto que a professora me disse que me enviava, mas até agora nada. Estar à espera dos outros para alguma coisa, é o mesmo que ficar sentado à espera...
Bom a verdade é que andei a pesquisar vários sites e blogs pequenas ajudas, mas o que me surpreendeu foi ter encontrado, num fundo de uma gaveta, um " Guia para os pais" da Salvat, que nem sequer é um manual, são só meia dúzia de folhinhas num género de panfleto publicitário a uma colecção de livros.
Neste guia são dados várias dicas, de como ensinar as letras, à pequenada.
Assim para familiarizar a criança com as letras, deve:

  • Inventar histórias onde uma protagonista tenha um nome, começado com a letra que lhe quer ensinar.
  • Nessa história, o herói deve encontrar personagens, animais, vegetais e objectos com a mesma letra que o nome do herói.
  • Os actos e sentimentos das personagens devem ser introduzidos por verbos, adjectivos e advérbios que começem com a dita letra

É lógico que é dificil ensinar crianças com necessidades educativas especiais, mas é também muito estimulante.
Se o seu filho for uma criança verbal, tem a vida facilitada, porque consegue perceber se ele realmente está a perceber a história, ou não.
No caso das crianças não verbais, aqui incluo a minha filha porque apesar de ela dizer algumas coisas, são poucas, é mais dificil, pelo que o ensino requer outras técnicas.
É claro que um factor chave é a colaboração da criança, mas se ela não colaborar não vamos desistir.

  • Procure um livro que tenha muitas repetições. Frequentes repetições perm
    item à criança, estar em constante contacto com a nova palavra.
  • Aponte para a palavra e para a imagem alternadamente.
  • Demore-se na primeira letra ( a que estiver a trabalhar), enquanto aponta para a mesma. Tenha preferência por livros em que a primeira letra das frases esteja a negrito.
Se a criança colaborar:

  • Peça-lhe que aponte para as palavras, que começam com determinada letra.
  • Peça-lhe para procurar determinada letra dentro das palavras.
  • Peça-he para fazer uma mini história com as palavras que já aprendeu.
  • Junte uma consoante à primeira letra (vogal) e procure no texto.
  • Quando a criança já souber algumas palavras, peça-lhe para procurar a mesma na história.
Bons jogos:


  • Procurar numa pilha de fichas, todas as que começem com determinada letra. Fichas como as que pode ver na seguinte página.
  • A partir de um montinho de fichas com várias letras, fazer montinhos separando as várias letras.

Nunca esqueçer:


  • Seja espontaneo, não queira que o seu filho brinque se não estiver inclinado para brincar, também.
  • Se a criança não estiver suficientemente motivada, não insista. Espere pela altura mais indicada.
  • Ajude-a sempre que ela tiver dificuldades.
  • Felecite a criança efusivamente, quando ela acerta.
  • Para uma criança é mais concreto e interessante aprender as palavras e não as letras.
  • Os melhores professores são os pais, já que, a nossa alegria e satisfação em relação ao seu progresso funciona como um estímulo.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário