BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Ritmo Biológico e Sua Importância

Acabei de ler um livro muito interessante sobre o ritmo biológico da criança, "Ritmo biológico da criança do recém nascido ao adolescente" de Pierre Crépon, que me deixou a pensar no ritmo intensivo de trabalho que colocamos às crianças e mais ainda a crianças com necessidades educativas especiais, com todas as terapias que têm durante as semanas, os dias...
Uma coisa que tenho defendido e que agora me deixa na duvida é o trabalho intensivo. Até agora eu supunha que o trabalho intensivo traria maiores resultados, com este livro está instalada a duvida.
As ideias principais do livro, é o que lhe deixo de seguida...


"Qualquer pessoa não pode fazer qualquer coisa em qualquer momento"
                                                                                                                   Alain Reinberg



Um dado elementar da fisiologia humana é o ritmo biológico.
Cada pessoa tem o seu próprio ritmo e é a partir dele que nos deviamos seguir e não através de imposições da vida quatidiana. O leitor dirá que isso seria num mundo perfeito, porque na realidade não funcionamos assim. Mas deviamos.
O ritmo é de extrema importância para o desenvolviemnto intelectual de qualquer pessoa, muito mais o é, para crianças com necessidades educativas especiais.
As nossas capacidades não são as mesmas ao longo do dia. As acções, as representações e associações de ideias aumentam ao princípio da manhã e mantêm-se elevadas até às 11h-12h. Em seguida há uma baixa pelas 12h-13h, até às 15h-16h. Torna a subir chegando ao seu máximo entre as 17 e as 21h.
Vários estudos já revelaram, que em geral a manhã é o melhor momento para a execução dos trabalhos intelectuais, enquanto a tarde deve ser reservada, para a actividade física.
Também a performance da memória vareia ao longo do dia. A memória a curto prazo é mais eficaz no período da manhã, enquanto a memória a longo prazo, aptresenta melhores performances à tarde.
Mas a performance da criança depende de vários factores, ritmos internos, factores externos, alteração do ritmo de vida durante a semana, ou durante as férias, ( inclusivamente o organismo humano apresenta maior vulnerabilidade durante os meses de inverno e altera o ritmo biológico).

Para um maior desempenho, as tarefas diárias devem ser aligeiradas através de uma melhor distribuição, semanal e anual do trabalho.
A reorganização dos ritmos escolares, deve ter em conta a média ideal diária de trabalho, para cada idade. Há estudos que revelam que em crianças, dos 6 anos aos 8 a média será de 2 a 3 horas por dia. Tendo em conta o numero de horas que na realidade os nossos filhos têm, será que estamos a ir na direcção certa?
Para o caso de crianças com necessidades educativas especiais, será que tantas horas de terapias por dia, como muitos fazem, incluindo a minha filha em alguns dias, lhes está a fazer bem?
Segundo uma  experiência feita por Chambest, entre 2 classes de escolas diferentes, uma das classes, a experimental, teve o período de permanência na escola dimínuido.O período de trabalho dimínuio e os períodos de recreio e de educação física, foram prolongados. No final do ano, um teste de avaliação feito entre as 2 classes, revelou que o aproveitamento tinha sido maior na classe experimental e as crianças exibiam um comportamento mais alegre e descontraido.
Outro aspecto a ter em conta para a elaboração de horários será distinguir os momentos fortes dos momentos fracos, assim como os melhores períodos para determinado tipo de actividade, respeitando sempre o ritmo biológico das crianças.


E agora qual é a sua opinião?

2 comentários:

  1. Gostei muito, vejo que ainda não per deste o feito. Um BJ e continua assim, que mal tem se algumas bananas forem azuis :) afinal é na diferença que muitas vezes está a riquesa. Metas felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Rosa, volta sempre beijinhos :)

      Eliminar