BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

sábado, 13 de julho de 2013

Esta Semana

Segunda feira
Segundo um estudo conjunto, do Colégio Real de Londres (Reino Unido), do Instituto Karolinska (Suécia) e da Escola de Medicina Mount Sinai, em Nova Iorque (Estados Unidos), os tratamentos de fertilização in vitro (FIV) com injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI) podem aumentar o risco de autismo e défices cognitivos em crianças.
O estudo que é o maior de sempre, foi realizado com 2,5 milhões de crianças nascidas na Suécia entre 1982 e 2007, das quais 1,2 por cento (30 mil) nasceram com recurso à fertilização in vitro.
Leia a notícia original aqui.

Terça feira
Há uma nova teoria, para a explicação do surgimento do autismo.Investigadores da Universidade da Califórnia descobriram que 23% das mães de crianças autistas têm auto-anticorpos, contra proteínas que são necessárias para um desenvolvimento neurológico saudável'.
Leia a notícia completa aqui.


Quarta feira
Segundo uma notícia, que saiu no  The Journal of Pediatric Neurosciences, as crianças epilépticas têm maior probabilidade de sofrer problemas ósseos, pelo que é aconselhado o uso de suplementação com vitamina D.
Leia a notícia completa aqui.

Quinta feira
Segundo um estudo da Harvard School of Public Health, nos EUA, grávidas que consumiam elevados níveis de ácido linoleico (um tipo de gordura saudável presente em óleos vegetais, frutos secos e sementes) tinham 34% menos hipóteses de terem um filho com autismo.
Leia  a notícia completa aqui.


Sábado
Este sábado saiu uma reportagem na BBC News, sobre a empregabilidade de Autistas. A Vodafone através de uma empresa mediadora entre Autistas e empresas, a Auticon, aproveita as capacidades dos portadores da perturbação.
Leia a reportagem aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário