BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Tratar a Epilepsia com Cannabis...

O post de hoje é dedicado, à Epilepsia. Este blog, procura falar de Autismo, mas não só. Além disso, há muitas crianças com autismo que têm epilepsia associada, e é esse o caso da minha princesa.
O que vos vou falar hoje, não pretende ser interpretado como uma eventual solução, para essa situação, mas antes uma curiosidade.

Sabia que a Cannabis, já é utilizada para o tratamento das crises convulsivas? Sim é verdade, os utilizadores de Cannabis, já não são apenas aqueles jovens que procuram novas emoções, são também epilépticos, cujas crises convulsivas sejam de muito difícil tratamento. É lógico que o tratamento com esta substância, por enquanto é feito em muito poucos países, nomeadamente Canadá e Estados Unidos ( em alguns estados), mas já está a ser sobejamente estudado.
Na realidade, estima-se que cerca de 30% a 40% dos epilépticos não têm
um bom controle das convulsões com os remédios tradicionalmente utilizados e a resposta com a utilização de canábis  ( com um extracto)é positiva.
Os maiores problemas eram até há pouco tempo, os efeitos psicotrópicos, mas, ciêntistas israelitas já conseguiram chegar á planta de Canábis que não têm os efeitos negativos ( que tem enquanto droga).

Existem entre a 40 mil a 70 mil epilépticos em Portugal, o que será que aconteceria se este tratamento fosse utilizado em Portugal?

Nos Estados Unidos, Colorado, Charlotte Figi´s uma menina de 6 anos que sofre de Síndrome de Dravet, uma variante muito difícil de controlar, de epilepsia já utiliza este método no seu tratamento e em muito pouco tempo conseguiu diminuir drásticamente o número de crises, de cerca de 300 por semana passou a ter apenas uma.
Assista este vídeo, onde é contada a história de Charllote...


Há coisas fantásticas, não há?!




 

Sem comentários:

Enviar um comentário