BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Massagens e Autismo..

São sobejamente conhecidas, as alegadas relações entre problemas gastro-intestinais e autismo, existem até vários estudos ciêntificos que comprovam a evidência.
Mas centremo-nos nos problemas intestinais, a diarreia e a obstipação, até a distenção abdominal é então, um mal de que muitas crianças autistas  sofrem.
Normalmente as famílias acabam por fazer dietas e tratamentos especifícos, relacionados com a alimentação, mas não é sobre dietas que eu hoje quero falar.
Nas minhas viagens pela net, encontrei este video sobre massagens para combater obstipação e distenção abdominal, que não será substituto a um tratamento médico, mas poderá ser uma pequena ajuda.
Cá por casa a obstipação, não é problema, mas pensei em compartilhar convosco.

O video é este aqui em baixo:


 


Portanto esta massagem, em principio, não terá grande importância cá para casa, mas, como andei a pesquisar as massagens no Youtube e em vários sites. Encontrei uma informação interessante.
Eu li que ,durante uma massagem o nosso cérebro liberta oxitocina, e existem vários estudos que demonstram existir uma ligação, entre problemas na sua produção e autismo. Aqui fica uma notícia, que dá conta disso mesmo.
Bom na realidade, se pensar bem, não é uma novidade assim tão grande, até há as massagens para bebés com as váriadas finalidades, para dormir para as cólicas, etc...
Aqui por casa, por vezes faço massagens à Bruna, mas nada de muito intensivo, faço-o geralmente enquanto estou a espalhar-lhe o creme hidratante no corpo, um creme com um cheirinho muito bom, daqueles cheirinhos a bebé, e ela pareçe gostar bastante, suponho que a faça sentir bem.
Não deve ser à toa que chamam, à oxitocina, a hormona do amor...
 

Sem comentários:

Enviar um comentário