BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O Uso de Câmeras Hiperbáricas Para o Tratamento do Autismo...

Já tinham ouvido falar das cãmaras hiperbáricas, para o tratamento do Autismo???
Eu li sobre o assunto, há algum tempo, durante as férias de verão e pensei logo que havia de falar sobre o assunto aqui no blog. O post esteve em banho Maria e hoje é dia de sair fresquinho!


Então é assim, a Oxigenoterapia é no fundo um tratamento que ofereçe ao sangue uma maior oxigenação ( cerca de 3 vezes mais que o normal) e desta forma o cérebro vai receber mais oxigénio estimulando a cura para vários problemas, que não são só autismo. O paciente entra numa câmara, onde faz a inalação.


Quanto ao Autismo a hipótese que se coloca é a seguinte:
"Múltiplos estudos têm revelado que o autismo é uma doença neurodegenerativa caracterizada por hipoperfusão cerebral, neuroinflamação, e elevação do estresse oxidativo.  A OHB suprime a hipoperfusão, tem potente efeito antiinflamatório e reduz o estresse oxidativo.  Alem disso, a OHB promove a mobilização de células tronco da medula óssea humana.  Portanto, a OHB melhorará os sintomas do autismo"



 Pelo que consegui apurar, cada sessão é mesmo muito cara, valores no estrangeiro, porque pelo que eu percebi, em Portugal nem sequer há esta terapia para o fim que precisamos, Em Portugal só há 5 câmaras hiperbáricas, sendo que a mais conhecida é a do Hospital Pedro Hispano em Matosinhos, que está a uso desde 2006, mas pelo que julgo saber não é utilizada neste tipo de tratamento



Se ficou verdadeiramente curioso, espreite este video, aqui ao lado...


Eu como sempre, fico na dúvida, será que resulta, será que não???!!

















2 comentários:

  1. Achei muito curioso!. Também tenho uma filha autista. Mas, pouco se encontra sobre esse assunto, não é? Onde realizam esse tratamento e quais valores aproximados???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em Portugal creio que não existe as câmaras para este fim. No Brasil não sei se há, ou não. Sobre os valores, o video aí em cima, fala no assunto :)
      Bj

      Eliminar