BananinhaAzul porque um dia perguntei a cor de uma banana á minha filha e ela respondeu azul. Embora também pudesse ter este nome porque a cor azul é repetidamente relacionada com Autismo.
Com este blog passo a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer que é escrever e escrevo sobre uma temática em que realmente tenho alguma coisa para dizer... Goste!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Ensinando Linguagem

A falta de oralidade nas crianças autistas é mais um entrave á socialização. Enquanto mãe tenho a noção que quando a linguagem está aprendida estamos um passo á frente para que a nossa criança faça a aquisição de outras aprendizagens.
A Bruna faz muita ecolália (repetição de palavras e frases) e já aconteçeu algumas vezes embora poucas, fazer frases com sentido. A que mais babada me deixa é "Gosto de ti", ui tão bom que é ouvir isto...
Noto que, cada vez fala mais, pelo que me leva a ter uma maior esperança que ela venha a desenvolver uma linguagem "normal"...









Aqui vou deichar algumas técnicas que uso com ela:

Minimizar as questões directas Não vale a pena perguntar "o que é isto?", a criança não vai responder se não souber o que é. É uma pergunta complexa para a criança, portanto não a faça...

Vá fazendo comentários Siga o seu filho e conforme o que ele vai fazendo vamos dizendo o que ele está a fazer, como se estivessemos a falar por ele ex: A Bruna está a comer um gelado. Nós dizemos -"A Bruna está a comer um gelado". Podemos acrescentar: "umh tão bom este gelado"...

Espere a sua vez  Numa eventual troca comunicativa o adulto tem que esperar, pela sua vez (mantendo contacto visual) para falar, não falando por cima da criança para que esta não se retraia na comunicação. Devemos ter o corpo na direcção da criança e ainda recompensar a criança pelo esforço. Basta o " muito bem ".

Crie situações de comunicação Para que a criança comunique espontaneamente é preciso criar situações que a obriguem a tal. Não se pode antecipar tudo o que a criança precisa, para ela ter necessidade de pedir o que quer. Por exemplo a Bruna quando quer uma Banana chega ao pé do frigorifico e fica a olhar para a fruteira. Eu já sei o que ela quer. O correcto é esperar que ela diga, pelo menos, "banana"...

Use e abuse de gestos e expressões faciais O gesto e o movimento tendem a encorajar o discurso. Primeiro capta-se a atenção da criança com gestos acompanhados da palavra de forma á criança ter um suporte visual que traduz o significado da palavra. Até pode fazer jogos com ela: peça-lhe "Atira a Bola" demonstre a actividade depois estenda os braços para apanhar a bola, " Fecha a porta" e aponte para a porta, "Senta-te"aponte para a cadera, "Vai buscar" e aponte para o objecto.

Reduza o tamanho da afirmação Quando se está a falar com a criança ou a comentar o que ela está a fazer tem que se fazer com frases curtas para que não se torne demasiado complexo. Desta forma a criança vai entender melhor. Se por exemplo a criança ainda não é capaz de usar frases com mais de duas palavras, limite o seu discurso ao uso de frases com duas palavras.

Use tom ritmo e volume exagerado É uma boa forma de captar a atenção da criança. Usa-se uma forma de entoação e volume exagerado para facilitar o contacto. É por isto que as  lengalengas são usadas na estimulação precoçe da linguagem e além disso são geralemente repetitivas. Poderá ainda cantar uma canção  e deixar espaço para que a criança colabore com uma palavra.

Contacto Visual  Olhar para a pessoa com quem se está a falar é uma coisa natural e é muito importante para facilitar a comunicação. Olhe para os olhos da criança encorajando-a a olhar para si também. Diga-lhe "Olha para mim" antes de continuar com o que vai dizer , desta forma maximiza a atenção

Reforçe qualquer esforço Não ignore as tentativas de comunicação tanto verbais como não verbais. Responda sempre á criança seja de forma verbal ou não. Desta forma vai-lhe mostar o quão importante é falarmos.

E por fim uma regra muito importante :

Divirta-se sorria sempre que possivel, ajude a criança a associar a comunicação com afecto e prazer. Tente manter-se calmo, imaginativo e criativo


Estas são as regras que eu sigo, pareçe-me que estão a surtir efeito, vou continuar até conseguir um resultado satisfatório...

1 comentário:

  1. Puxa, curti muito esse post!!! Aqui, nosso Garotão está avançando muito na fala e, sem pensar, estamos usando todas as suas dicas. Mas, é muito legal sistematizar isso, né? Ele tem 3 anos, ainda não constrói frases, mas já usa palavras pra indicar o que quer...
    Muito legal!!
    parabéns!!!

    ResponderEliminar